Eventos

Resultado da 2ª Edição do Prémio do Prémio de Jornalismo "Analisar a Pobreza na Imprensa"

Data: Out, 02 2020Local: Nacional
Partilhe:

É com enorme satisfação que a EAPN Portugal/Rede Europeia Anti Pobreza comunica o resultado da segunda edição do prémio de jornalismo “Analisar a pobreza na Imprensa” instituído por esta organização não-governamental para o desenvolvimento, visando distinguir trabalhos jornalísticos que abordem a pobreza e a exclusão social de forma digna, livre de preconceito e de outras representações negativas sobre estas matérias.

Assim, os trabalhos jornalísticos propostos a concurso, foram selecionados e analisados pelas pessoas que constituem os 18 Conselhos Locais de Cidadãos – um por distrito – e, finalmente, selecionados e avaliados por 4 elementos desse mesmo conselho que os representam. De um total de 45 trabalhos jornalísticos (27 nacionais e 18 regionais) foram premiados os seguintes:

 

Categoria Imprensa Nacional

  • 1º Prémio: Jornalista Ana Brito e Fotojornalista Adriano Miranda pelo trabalho “Portugal desconhece quantas pessoas vivem em pobreza energética” – Jornal Público de 22 de outubro de 2019.

  • 2º Prémio: Jornalista Mariana Correia e Fotojornalista Paulo Pimenta pelo trabalho “Paulo M. não é sem-abrigo de Natal mas de todas as estações do ano” – Jornal Público de 4 de dezembro de 2019.
 
  • 3º Prémio: Jornalista Raquel Martins e Fotojornalista Manuel Roberto pelo trabalho “A pobreza passou dos mais velhos para jovens e as crianças” – Jornal Público de 20 de abril de 2019
 

 

Categoria Imprensa Regional

  • 1º Prémio: Jornalista João Chambino e Fotojornalista Bruno Filipe Pires pelo trabalho “Teatro das Figuras abre o “caminho certo” nos bairros sociais de Faro” – Jornal “Barlavento” de 4 de abril de 2019  

  • 2º Prémio: Jornalista Alberto Oliveira e Silva pelo trabalho “Frigorifico solidário combate a pobreza envergonhada” – Diário de Aveiro de 2 de janeiro de 2019
 
  • 3º Prémio: Jornalista Inês Antunes Malta pelo trabalho “Nosso Bairro, Nossa Cidade: a união faz a força entre os moradores” – Diário da Região de Setubal – “O Setubalense” do dia 04 de fevereiro de 2019.
 

Deste modo, o júri, reunido no passado dia 28 de setembro, que deliberou e colocou em ata a sua decisão, teve a seguinte composição:

Elementos do Júri dos Conselhos Locais de Cidadãos: Cidália Barriga (CLC de Évora); Francisco Rico (CLC de Aveiro); Jaime Filipe (CLC de Setúbal); Jaime Janeiro (CLC de Portalegre);

Elementos do Júri da Academia: Rita Simões (Departamento de Filosofia, Comunicação e Informação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra); Paulo Alves (Universidade do Algarve) Fernando Zamith (Departamento de Ciências da Comunicação e Informação da Faculdade de Letras da Universidade dom Porto).


De referir que o júri da Academia deu um parecer consultivo enquanto a decisão ficou exclusivamente a cargo do Conselho Local de Cidadãos.


Em ambas as categorias – nacional e regional – os premiados irão receber um prémio – peça assinada pela artista Teresa Almeida, juntamente com um certificado. A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar no no CDIL – Centro de Diálogo Intercultural de Leiria (Antiga Igreja da Misericórdia), em Leiria, no próximo dia 16 de outubro, às 17 horas.


 Para mais informações consulte: https://www.eapn.pt/documento/608/premio-de-jornalismo-analisar-a-pobreza-na-imprensa