Documentos  •  Bem-estar infantil

Investir nas crianças para quebrar o ciclo vicioso da desigualdade

Data: Jan, 06 2015
Partilhe:

Análise de Políticas Nacionais

Em Portugal, a proteção à infância, em sentido lato, está largamente em conformidade com normas e padrões internacionais. Há, no entanto, indicações de que não se onseguiu ainda traduzir esta conformidade formal numa estratégia concreta e abrangente, capaz de proteger as crianças, de promover o seu bem-estar e de combater a sua real vulnerabilidade à pobreza e à exclusão social. Para além disso, as leis e as políticas nem sempre são inteiramente refletidas nas práticas, pondo em causa as boas intenções anunciadas.
Garantir às crianças recursos adequados significa, por definição, na maioria dos casos, garantir o acesso a esse recursos aos agregados em que as crianças se integram. Por outro lado, quaisquer considerações a este respeito têm de ser enquadradas no contexto da grave crise económica e financeira atravessada pelo país.

Anexos